Arquivo da tag: Jornalismo Multímidia

Jornalismo Multimídia: Tecnologias integradas à serviço da notícia

No jornalismo atual existe uma demanda crescente pela produção de notícias de forma mais dinâmica. Percebemos neste processo, uma busca por maior riqueza de informações. Essas transformações foram proporcionadas pela internet. Novas tecnologias possibilitam a construção de informação com velocidade e maior fluxo de produção. O uso de novas ferramentas para se produzir informação é constante, o conceito de jornalismo multimídia traz mudanças na profissão e na sociedade.  “O jornalismo multimídia trouxe uma mudança considerável na cultura das empresas jornalístícas”, afirma o jornalista Rodrigo Cunha.

Novas tecnologias proporcionam hoje uma união de áudio, imagens, texto e interatividade, para um modelo mais integrado de produção de informações. Observamos atualmente a criação de notícias contadas através de sons (podcasts), vídeos, textos e compartilhamento de informação dentro de sistemas de redes sociais como Orkut e Twitter.

Esta forma diferenciada de informar traz desafios, questiona antigos valores, rotinas e lança novas questões ao sistema de produção de informação. Ao mesmo tempo que percebemos a criação de novas ferramentas para construção de notícias de forma mais rica e integrada, observamos alguns movimentos de resistência por parte dos profissionais para usufruir de todas as novas possibilidades. Seja por costumes antigos ou falta de afinidade com as novas ferramentas, o fato é que nas produções jornalísticas atuais percebemos ainda uma limitação ao uso das plataformas digitais atualmente disponíveis. Na opinião da jornalista Mirna Tonus,  os jornais impressos ficarão atrasados se resistirem ao uso das novas ferramentas da web.

O jornalismo contemporâneo cada vez mais se alimenta de plataformas móveis dentro dos processos de produção, o que acaba gerando uma difusão de conteúdo digital. Percebemos uma integração de dispositivos portáteis digitais, enquanto o repórter tem a opção de trabalhar à distância usando acessos remotos à rede digital da internet.

Novos processos de construção de notícia podem acabar por gerar uma nova forma de interação com a informação passada. Este processo poderá permitir a “imersão virtual” do público na notícia ao incorporar os impactos visuais, sonoros, além de debates sobre textos  e compartilhamento de experiências por meio das redes sociais.

Todas essas novas possibilidades se iniciaram principalmente com o desenvolvimento de tecnologias móveis digitais da década de 1990, a partir desse momento, o repórter passou a ter maiores condições de mobilidade e interação dentro dos espaços urbanos.

Por:  Ana Sandim, Alexandre Pimenta, Deleoni Amorim e Hélio Monteiro

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura Digital