Arquivo da tag: apple

Uma jogada de marketing ou um mero esquecimento?

No dia 19 de abril, o site Gizmodo apresentou o iPhone 4S, ou pelo menos algo bem próximo dele. A divulgação causou muita polêmica, pois, ao que tudo parece, tal aparelho era um protótipo do novo iPhone que ainda estava em fase de teste, mantido a sete chaves pela empresa Apple. O lançamento oficial do aparelho estava programado para o segundo semestre desse ano. A Apple mandou carta para que devolvessem o aparelho.

De acordo com as explicações do Gizmodo, o aparelho foi encontrado em um bar de Redwood City, na Califórnia. A perda seria do engenheiro Gray Powell, funcionário da Apple. O protótipo estava inserido em uma casca do iPhone 3GS, usada como um disfarce. A equipe do site adquiriu o aparelho por 5.000 dólares pago em dinheiro.

Segundo avaliação feita pelo Gizmodo, a parte traseira do novo iPhone é totalmente plana e feita com um material de vidro ou cerâmica, diferente do aparelho que circula atualmente. Além disso ele está 3 gramas mais pesado, seu design está mais quadrado e componentes internos foram retraídos e miniaturizados para ceder espaço para a bateria, que está 16% mais potente. O protótipo também possui câmera frontal para videoconferências e câmera fotográfica com melhor resolução.

A notícia repercutiu o mundo e muitos questionamentos foram feitos em relação a essa história. Das pessoas que acompanharam, alguns disseram que era uma estratégia de marketing e publicidade feita pela Apple, enquanto outros aceitavam como verdade a história divulgada pelo site. Para o publicitário Rafael Andrade, isso pode ser um plano da empresa para ver o que o público diz sobre a tecnologia antes mesmo dela ser lançada. “Com a opinião adquirida nos fóruns que rolam pela internet, eles ainda podem melhorar o aparelho antes da divulgação oficial”, comenta Rafael.

A situação fica ainda mais delicada, quando a discussão se volta para questões éticas. “É uma linha muito tênue. O site não é concorrente da Apple. Acredito que a intenção deles era informar aos leitores sobre o novo iPhone. Não tinha interesses mais fortes, apenas queriam dar um furo. Porém a forma como eles adquiriram o aparelho não foi por meios legais”, afirma Claúdia Cordeiro, publicitária. O jornalista Gustavo Espósito acha anti-ética, a atitude do Gizmodo:

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cultura Digital, Tecnologia